sábado, 17 de novembro de 2012

Convites

" despida de medos, nua de preconceitos, esta é uma poesia que se come no apetite da leitura, no delírio da intimidade, no parir da originalidade."


João Videira Santos, in prefácio de 'o laço impenetrável do silêncio'.

3 comentários:

  1. Se eu pudesse, estaria no Café Progresso amanhã...
    Desejo-te o maior sucesso para mais estas apresentações.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar